Rede Record

Após a empreitada muito bem sucedida no rádio, Paulo Machado de Carvalho dá mais um salto na comunicação, investindo na recém lançada televisão, em 27 de setembro de 1953, um domingo, entrava no ar para a cidade de São Paulo, a TV Record, canal 7, começou suas transmissões às 20h com o show Grandes Espetáculos União, sob o comando de Sandra Amaral e Hélio Ansaldo. Numa época em que o novo veículo de comunicação era voltado as camadas mais altas da população, Paulo achou por bem fazer diferente e destinar a programação da emissora para as classes média e baixa, criando atrações de apelo popular. Essa postura se expressa no depoimento dado ao jornal Última Hora do dia 03/02/1959:
"O meu emprenho é oferecer ao povo divertimento porque estou certo de que a razão está com a Sra. Eleanor Roosevelt, quando diz que o povo repelirá rádio e televisão com objetivos declarada e claramente educacionais."

Dispunha dos equipamentos mais modernos da época, as lentes das câmeras eram da marca Ballowstar, únicas no país, montou uma central com 4 estúdios sendo um deles considerado um dos maiores do mundo. Tinham uma preocupação maior com a construção de cenários e outros elementos que formam a imagem na televisão.

De início além de programas humorísticos, musicais e telejornais, a Record investiu forte na cobertura esportiva que se tornou um trunfo da sua programação nos primeiros anos. Foi ela, por exemplo, que fez a primeira transmissão interestadual no Brasil, exibindo para São Paulo e Rio de Janeiro, a partida Brasil X Itália, num esforço conjunto com a TV Rio. Para o sinal chegasse da cidade maravilhosa até a terra da garoa, os técnicos improvisaram antenas feitas de tela de galinheiro, já que as disponíveis era insuficientes para a transmissão. Diante do feito a emissora lançou mão do slogan: "500 quilômetros atrás".

1956
No 26 de maio, um passo importante foi dado, criou-se as Emissoras Unidas, a primeira de rede de televisão, uma junção TV Rio e TV Record, transmitindo um programa ao mesmo tempo para os canais 7 (SP) e 13 (RJ).

1957
É criado o primeiro seriado de aventuras da televisão, o Capitão 7, protagonizado por Ayres Campos, ficando até 1963 no ar.

1959
As Emissoras Unidas se expandem virando a Rede Unida de Televisão, em 22 de julho, exibindo o discurso do governador paulista Carvalho Pinto, gerada através de estações de micro-ondas, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espirito Santo e outras 40 localidades assistiram ao pronunciamento.

A postura bairrista de Paulo Machado de Carvalho, não ajudou a rede a ir pra frente e se expandir ainda mais, pois segundo o sócio da emissora, Raul Duarte para ele "o mundo começa e termina na Rua das Palmeiras (Bairro da Santa Cecília, região central de São Paulo, onde cresceu o fundador da Record)".

Os anos 1960
A década de 1960 é marcada pela ascensão da emissora em São Paulo e parte do Brasil, humorísticos como Praça da Alegria, Papai Sabe Nada, Grande Hotel, musicais como Bossaudade, Fino da Bossa, Jovem Guarda, shows como Hebe, Dia D, Essa Noite se Improvisa, colocaram a Record na disputa pela liderança em audiência. Nesse período 15 novelas foram produzidas, destacando-se o folhetim As Pupilas do Senhor Reitor.

1960
Faz um ampla cobertura da inauguração de Brasília em conjunto com as Emissoras Unidas.

1966
Hebe Camargo volta a televisão com um programa nas noites de domingo, após dois anos de ausência.

1967
Estreiam três grandes programas Esta Noite se Improvisa sob a batuta de Blota Junior, Corte Rayol Show com Agnaldo Rayol e Ricardo Corte Real e por fim Família Trapo contando com um elenco primoroso do qual faziam parte Ronaldo Golias, Jô Soares, Otelo Zeloni, Renata Fronzi, Cidinha Campos e Ricardo Corte Real.

Com a contratação do produtor musical Solano Ribeiro, deu se início dos Festivais de Musica Popular Brasileira, marcantes por popularizar cantores como Chico Buarque e Caetano Veloso. No primeiro festival ocorreu um empate, ganham as músicas Disparada de Geraldo Vandré interpretada por Jair Rodrigues e a A Banda interpretada por Nara Leão.

Os incêndios ocorridos em 1960, 1966 e 1969 ajudaram a Record na queda de sua ascensão nos anos 1970, muita coisa foi perdida além dos estúdios como os localizados na Avenida Murina no Bairro do Aeroporto em São Paulo e Teatro Record Consolação, cenários, equipamentos novos e fitas com os arquivos dos programas. Pouca coisa produzida nos anos 1960 restou.

Os anos 1970
Foi o início do ostracismo da emissora, a perda de audiência e consequentemente de anunciantes, a Record passou a se virar como pode para manter a programação. Chacrinha e Bolinha, comunicadores de sucesso passam a integrar o casting. O humorístico Os Insociáveis com Renato Aragão, Dedé Santana e Mussum se destaca. No horário do almoço surge o Tempo de Noticias que mais tarde se tornaria o Record em Notícias chamada "carinhosamente" pela critica de Jornal da Tosse.

O animador Silvio Santos, tornou-se nesta década, dono de 50% das ações da TV Record. O cunhado de Paulo Machado de Carvalho, João Batista do Amaral tinha intenção de vender a sua parte na emissora, sabendo disso Silvio correu para a compra, só que no último instante o Grupo Gerdau fez uma proposta irrecusável e o Homem do Baú ficou a ver navios.

Para complicar ainda mais, Roberto Marinho renova pessoalmente o contrato do animador, incluindo um cláusula onde não poderia ser dono ou sócio de nenhuma rádio ou televisão.
A entrada do Grupo Gerdau depois de seis meses não vinga, o caminho estava aberto novamente, o contrato de locação de horário impedia o camelô eletrônico de ter uma emissora, mas nada dizia sobre usar um testa de ferro para realizar a sua vontade, e isso foi feito, o empresário Joaquim Cintra Gordinho fez o contrato de compra da estação de Paulo Machado.

Só na primeira semana de junho de 1976, quando terminava o compromisso de Silvio Santos com a Globo, é que o Marechal da Vitória foi informado de toda a história.

O dominical de oito horas de Silvio passou a ser transmitido em São Paulo, pela TV Tupi e Record, além da Tupi e TVS no Rio de Janeiro.

Os anos 80
Nesta década, a crise da emissora se aprofunda, a programação é precária, a audiência é baixa e por consequência o faturamento é pequeno. A princípio retransmite entre 1980 até agosto de 1981, programas da TVS do Rio como Almoço com as Estrelas, Ferreira Neto, Raul Gil, O Homem do Sapato Branco, Reapertura e outros. O palhaço americano Bozo, por exemplo, estreou primeiro na TV Record em 15 de setembro de 1980, para depois se transferir para o SBT.

Com o surgimento da rede de Silvio Santos, novos programas tiveram de ser criados para ocupar o vazio deixado pelos antigos, uma das novas atrações foi um humorístico com Dercy Gonçalves aos domingos.

Outros programas como o programa semanal do radialista Barros de Alencar entrando no ar em 03 de julho de 1982, Perdidos da Noite que estreou em 04 de agosto de 1984 e o Especial Sertanejo apresentado por Marcelo Costa se destacaram na programação. Seriados, filmes e esporte foram também alguns dos pilares da grade.

O jornalismo ganhou força, Silvia Poppovic e Paulo Markun, depois Carlos Nascimento, comandaram o Jornal da Record. Além das duas geradoras nas cidades de Franca e Rio Preto, no interior de São Paulo, contava com 150 retransmissoras em todo o estado até o fim da década.

Novos Donos
Diante de uma difícil situação financeira, a Família Machado de Carvalho e o Grupo Silvio Santos não viram outra solução, se não vender o canal que estava mais para uma bomba em forma de televisão. Segundo o jornal Folha de São Paulo, na edição do dia 10 de novembro de 1989, data em que se concluiu a venda da TV Record, a emissora faturava US$ 2 milhões por mês e tinha prejuízo de US$ 30 milhões.

Por meio do empresário Alberto Luiz Haddad, dono de metade empresa de bebidas Stock do Brasil, a Igreja Universal do Reino de Deus comprou a estação de Paulo Machado e Silvio Santos, o preço do negócio girou em torno dos US$ 45 milhões, ou na época 175 milhões de cruzados novos, sendo que US$ 1 milhão foi dado de entrada. Além da TV Record de São Paulo, Franca e Rio Preto, a Universal levou ainda a Rádio Record AM, lembrando que a FM Record, pertencente aos sócios foi vendida cinco meses antes para as Organizações Sol Panamby do falecido deputado Orestes Quércia.

Os anos 1990
Com o dinheiro da nova administração, a Record pode se reerguer e alçar voos maiores, de imediato equipamento sucateado foi trocado por um novo em folha e a TV Record de São Paulo pode enfim virar Rede Record de Televisão transmitindo sua programação via satélite pela Embratel para o território nacional. Aos poucos a televisão do bispo Edir Macedo, vai criando novas atrações, exibindo séries americanas e ganhando espaço entre os telespectadores.

1992
Estréia o programa Sinal de Vida, em 22 de maio, às sextas-feiras, 21h45, com o cantor Ronnie Von.

1993
O feminino Note e Anote vai ao ar pela primeira vez em 8 de novembro, das 9h30 às 11h45, com Ana Maria Braga. Essa seria a segunda experiência da apresentadora na televisão, a primeira aconteceu nos anos 1970, comandando o Rede Tupi de Notícias, na extinta emissora dos Diários Associados.

1995
A Record começa a experimentar a partir desse ano um crescimento de audiência e do número de afiliadas pelo Brasil incrível, conseguiu subir para o terceiro lugar no ranking do Ibope, isso aconteceu graças a direção de Eduardo Lafon.

Nesse ano estreou dois infantis, Agente G, criado e interpretado pelo ator Gerson de Abreu, famoso por atuado no X-Tudo da TV Cultura, estreou em 24 de abril, inicialmente às 20h, com uma hora de duração e o Tarde Criança com a apresentadora e cantora Mariane em 25 de setembro, às 15h30.

Sai dos antigos estúdios na Avenida Miruna, 713, Moema em São Paulo para os espaçosos e modernos estúdios da Rua da Várzea, 250, Barra Funda comprados por R$ 15 milhões que antes abrigava a TV Jovem Pan, emissora que acabara de sair do ar.

Comprou e passou a exibir series de grande sucesso da televisão americana como Maré Alta (High Tide), Caçador de Fortuna (Fortune Hunter), O Quinteto (Party of Five), Guerras do Século e a vencedora do Globo de Ouro, Arquivo X (The Files X).

1996
No dia 08 de Janeiro, estreia o jornal Cidade Alerta, com Nei Gonçalves Dias, seguindo a mesma linha editorial do Aqui Agora, como foco somente em notícias cotidianas e policiais.

Transmite as Olimpíadas de Atlanta nos Estados Unidos. A equipe esportiva era composta por nomes como Luiz Alfredo, Paulo Stein, Ely Coimbra e José Luiz Datena. Era mais um passo na consolidação do departamento de esportes da emissora que vinha investindo desde o ano anterior e pretendia se tornar a nova força do esporte como dizia um slogan da época.

1997
O apresentador Carlos Massa, o Ratinho, que havia ganhado destaque apresentando o programa policial 190 Urgente, na CNT/Gazeta, ganhou uma atração na emissora em 22 de setembro, no horário nobre, com hora de duração e indo ao ar primeiramente às 20h50, o Ratinho Livre conseguiu com a exposição dos dramas das classes baixas e casos curiosos despertar a atenção do telespectador e derrubar a audiência da Rede Globo.

Depois de nove anos a frente do TJ Brasil, no SBT, Boris Casoy vai para o canal 7 paulista comandar o Jornal da Record, com seu prestígio e seus comentários consegue aumentar audiência e faturamento do noticiário.

As novelas Direito de Vencer e Canoa do Bagre, marcam a volta ao ramo da teledramaturgia após vinte anos. Essas duas produções foram escritas por Ronaldo Ciambroni e dirigidas por Atílio Riccó.

1998
Depois de alcançar o sucesso com o seu Bom Dia e Cia, do SBT, a apresentadora Eliana é contratada e partir de 12 de outubro estreou o Eliana e Alegria, de 9h às 11h.

Com a saída de Ratinho para canal de Silvio Santos, Gilberto Barros que apresentava o Cidade Alerta e Disque Record, cobriu a vaga e passou a apresentar o Leão Livre diariamente no horário nobre, apenas o animal que dava ao programa mudou, o conteúdo baseado em dramas do cotidiano era o mesmo.

Cobriu a Copa do Mundo realizada na França, embora tenha batalhado na justiça pelo evento. Os direitos de transmissão estavam sob a posse da OTI, Organización de Telecomunicaciones Iberoamericanas, a emissora havia firmado acordo em 1997, mas as Redes Globo e Manchete entraram com uma liminar alegando que a Record não havia cumprido com as suas obrigações financeiras e também por não figurar no quadro de sócios da organização. Apesar do STF ter dado razão ao canal do bispo, ele não pode estar com sua equipe esportiva no estádio.

Estreiam o infantil Vila Esperança com Gerson de Abreu e o telejornal matutino Fala Brasil.
Com a saída do Eduardo Lafon, o empresário de TV, José Paulo Vallone assume a direção artística e de programação.

1999
Surgem o Quarta Total, programa de games entre famosos com Gilberto Barros, em 30 de julho e a Escolinha do Barulho, que foi ao ar meses antes, em 1º de março, gravada na produtora Câmera 5 em parceria com a Gugu Promoções e Merchandising.

Depois de contratada pela Rede Globo, Ana Maria Braga saí do Note e Anote, em seu lugar assume Cátia Fonseca.

Os anos 2000
Diferentemente da sua ascensão no fim dos anos 90, a Record se estabiliza nos quatro primeiros anos da década mantendo a terceira colocação no Ibope e deixando de lado os programas popularescos que alavancaram a grade entre 1997 e 1998. A partir de 2004 começa a corrida da emissora pelo primeiro lugar de audiência lançando mão do slogan: "A Caminho da Liderança".

2000
Depois da rápida passagem de Cátia Fonseca, a apresentadora Claudete Troiano passou a comandar o Note e Anote até o fim do programa.

Adriane Galisteu deixa a RedeTV! para apresentar o noturno É Show.

O interprete do personagem Chiquinho do Eliana e Alegria, Edilson Oliveira, estreou em janeiro o atrapalhado apresentador Ed Banana, uma espécie O Máskara - Filme estrelado por Jim Carrey - tropical. Sempre de segunda a sexta-feira, no horário da noite, Ed apresentava jogos, brincadeiras e calouros, com seu auditório.

2001
O Programa Raul Gil alcança a liderança de audiência nas tardes de sábado com seu concurso de jovens talentos.

Em 18 de março, o cantor Netinho de Paula estreou o Domingo da Gente, programa que tinha como principal quadro o Dia de Princesa, ideia já realizada com o próprio no Domingo Legal, do SBT. Logo na primeira exibição, alcançou 14 pontos no Ibope.

2002
Após 3 anos na TV Cultura, Paulo Henrique Amorim é contratado para apresentar o Jornal da Record - 2ª edição que depois saiu do ar para dar lugar ao Edição de Notícias, noticiário que ancorou entre 2004 e 2005.

O game show Roleta Russa, formato da Sony Pictures, estreou sob o comando do jornalista esportivo Milton Neves com o patrocínio da rede de varejo Ponto Frio.

2004
Como já foi escrito, nesse ano a Rede Record foi fundo no seu objetivo de conseguir a liderança, um investimento pesado feito por parte da Universal aplicado em toda a estrutura da emissora para se igualar a Rede Globo. A emissora carioca, aliás, foi a inspiração principal para a nova Record que surgia, isso era notável na composição da grade, forma dos programas e artistas que saiam da emissora a peso de ouro rumo à Barra Funda.

O jornalismo ganhou dois novos produtos, o Tudo a Ver nos finais de tarde, de segunda a sexta, e o Domingo Espetacular, noturno, similar ao Fantástico.

Mistura de reality show com jogo de perguntas e respostas, o Sem Saída era apresentado pelo ex-ator global Márcio Garcia, estreou em 16 de agosto.

Outro reality iniciado foi O Aprendiz com Roberto Justus, formato de sucesso nos Estados Unidos, por lá apresentado por Donald Trump.

Depois do fracasso Metamorphoses, produzida pela Casa Blanca, a segunda aposta no núcleo de teledramaturgia foi com o remake de A Escrava Isaura protagonizada por Bianca Rinaldi, foi primeiro grande sucesso da emissora em novelas consolidando o setor.

O musical Raízes do Campo com Chitãozinho e Xororó, estreia dia 02 de outubro.
Tom Cavalcanti, faz sua estreia na emissora em 27 de setembro, com o seu Show do Tom, primeiramente diário indo ao ar na faixa das 22h.

2005
Eliana deixa o segmento infantil de lado e amplia o público com o dominical Tudo é Possível, que foi ao ar pela primeira vez em 07 de agosto.

Em 22 de agosto, o matutino Hoje em Dia estréia com um trio de apresentadores composto pelo jornalista Britto Junior, a modelo Ana Hickmann e o culinarista Eduardo Guedes.
Depois da passagem pelo Sem Saída, Márcio Garcia ocupa as tardes de sábado deixadas por Raul Gil com O Melhor do Brasil.

2006
A Record consegue com a novela Prova de Amor, escrita por Tiago Santiago, um feito histórico, no dia 18 de janeiro conseguiu ultrapassar o Jornal Nacional nos picos do Ibope em São Paulo, o placar registrou 25 pontos à favor da novela contra 21,6 pontos do telejornal às 20h30.

Com a saída de Boris Casoy, o Jornal da Record ganhou roupagem e estilo de apresentação parecidos com o Jornal Nacional. Passaram a dar as notícias a dupla Celso Freitas e Janine Borba.

2007
As cartadas e mudanças na programação surtem efeito e pela primeira vez em 25 anos a Record se consolida na vice-liderança de audiência em São Paulo conquistando sete pontos contra seis do SBT, o mesmo placar se repetiria em agosto com mesmo placar no PNT (Painel Nacional de Televisão) cravando o segundo lugar de audiência em todo o Brasil.

2009
Após mais de trinta anos de serviços prestados ao Grupo Silvio Santos e vinte e oito de SBT, o apresentador Gugu Liberato vai para a emissora da Barra Funda a peso de ouro contratado pelo salário de R$ 3 milhões, para comandar o programa que levava seu nome artístico, aos domingo à noite.

Os anos 2010
A década começa com um grande destaque na teledramaturgia, a minissérie bíblica A História de Ester, com ares de superprodução o sucesso alcançado deu inicio a uma sequência de produções bíblicas. Apesar disso, a Record não avança rumo a liderança de audiência, na tentativa de conseguir mais pontos no Ibope, mudanças abruptas na grade e estratégias equivocadas afugenta os telespectadores. Uma crise administrativa causada pelos salários astronômicos pagos aos artistas da casa, alto custo da programação, e a concorrência de outras igrejas contra a Universal diminuindo a arrecadação de dizimo, foram fatores determinantes para os cortes praticados na estrutura da emissora, cogitou-se inclusive terceirizar a produção. Hoje a Rede Record segue na tentativa de se reorganizar financeiramente, ora ganhando, ora perdendo para o SBT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário